terça-feira, 11 de janeiro de 2011

EM TRANSE



















EM TRANSE

Nas pinturas que o mundo encena
Ligeiros traços de certeza
Tecem a mão pela caneta
Tinta banhada de emoção
No predomínio das paixões
Quando o pensamento se encontra
Em festa de letras remidas
E cinge na pele o desejo
Naquele caminho sem volta
A força infinita que opera

Miguel Eduardo



2 comentários:

Karinna* disse...

*Rendo-me encantada ao teu verso, Poeta com P maiúsculo!

DE COLORES*

olhos da amplitude
em pupilas festeiras
traço, o laço, o elo da sedução
alegria se abre em girassóis
amarelos e laranjas os beijos de nós...
razão se despe do rigor
na Poesia que inunda nossa cor
arco iris pulsante- um leque sonhador-
mãos se entrelaçam num rito apaixonado
o universo- círculo de nós dois-exato.

Karinna*

Beijos de girassóis!
K*

marilandia disse...

EM TRANSE//LÍDIMA MARAVILHA

Nas pinturas que o mundo encena// Fotografias da poesia
Ligeiros traços de certeza// Seguem velozes
Tecem a mão pela caneta// Ao sabor da correnteza
Tinta banhada de emoção// Acordes em cio
No predomínio das paixões// Mágica pujança
Quando o pensamento se encontra//Impressionista tela
Em festa de letras remidas//Alegorias a farfalhar
E cinge na pele o desejo// Num céu particular
Naquele caminho sem volta// Ébria sensação
A força infinita que opera//Encapelada apoteose