sexta-feira, 28 de maio de 2010

...NA MEMÓRIA DE MEU CORAÇÃO























E mansamente dormes ...
... na memória de meu coração

Porque me encantas
O pensamento
E todos os impulsos
Prazeres por mim bradam

Paraíso arrebatado
Sonho os degraus-amores
E danço-danço-danço

E embora infernal a espera seja
Teus carinhos, mesmo distantes
São eterna fartura...

Miguel-



quarta-feira, 19 de maio de 2010

APELO






















Apelo

Sexual
Lascivo
Em preparativos

Inominável
Pensar
Genitais

Unguento
Instintual
Flores de papoula

De sementes de girassol
Em carícia erótica
Diabólico festim

-epifania das forças vitais-

Miguel-

HAIKAI I










Remanso fugaz
Jogo de imagens montando
Nuances da paz

Miguel-

terça-feira, 18 de maio de 2010























-como é a palavra inscrita no teu corpo-

Vai a vida navegando
Em viagem sem regresso
No espelho do universo
Segue a meta em belo plano

Assim tatuam palavras
Paixão daquele momento
Em que tanto me acalento
Redoma em que tu cantavas

E sem gravidade ou prumo
Dançando ao redor de mim
Foi porque me desavim
Te peguei como costumo


Miguel

segunda-feira, 17 de maio de 2010

sexta-feira, 14 de maio de 2010

FETICHE























FETICHE

O céu de uma claridade violenta
Você de seda
Saída dos vapores matinais

No terraço o mar
Para mim era refém
Da noite que se fora enluarada
Louco às gargalhadas
Um raio oblíquo de sol
O seu olhar
Nu, senhor de si
Alastra e expande-se

Vara a sua beleza
Lancinante
E satisfaz-se, enfim

Miguel Eduardo Gonçalves

















Na pupila
Estrela-do-mar
Um coquetel de luz
Prazer que empolga

No hálito
Pedra preciosa
Paira em beija-flor
Espiral da sorte
Na quietude
Que tanto fustiga
Sonho secreto
Da alma sabe

Miguel Eduardo